Doença de Parkinson

A pessoa com DP tem, frequentemente, dificuldade em aperceber-se das suas alterações vocais. Quanto mais cedo procurar um Terapeuta da Fala, melhor o seu prognóstico.

Se pelo menos conseguíssemos ouvi-la e compreender a sua fala…

Este era o desejo da família de Lee Silverman — uma mulher que procurou terapia para a Doença de Parkinson em 1986.

A pedido da família Silverman, a investigadora Dr.ª Lorraine Ramig e a Terapeuta da Fala Carolyn Bonitati, desenvolveram uma terapia vocal que ajuda as pessoas com Parkinson e com outras condições neurológicas a recuperarem a capacidade de falar.

Em honra da Sr.ª Silverman e do sucesso desta terapia, esta técnica foi denominada como LSVT® Lee Silverman Voice Treatment.

 

De que forma a Terapia da Fala pode ajudar?

De entre as várias limitações que a Doença de Parkinson (DP) traz, as dificuldades relacionadas com a voz e da fala, podem ter um efeito devastador na qualidade de vida de uma pessoa com DP.

Características como articulação imprecisa, voz fraca, rouca e monótona, são frequentemente referidas como as que melhor caracterizam a fala de cerca de 89% das pessoas com DP. Estas dificuldades resultam, consequentemente, em menor interação social, isolamento e depressão.

Estes problemas podem ser frustrantes não só para a pessoa, mas também para a família e amigos.

 

Por que motivo as pessoas com Doença de Parkinson têm alterações na Voz e na Fala?

  • A própria alteração do sistema motor inerente à Doença de Parkinson, que inclui rigidez, bradicinesia (lentidão dos movimentos) e tremor. Uma alteração na ativação muscular pode levar à redução dos movimentos do sistema respiratório (suporte respiratório inadequado), da laringe (vibração das pregas vocais alterada) e lentidão ou imprecisão dos articuladores (lábios e língua). O conjunto destes fatores contribui para uma diminuição drástica da clareza do discurso.
  • Défice no processamento auditivo relacionado com a fala. Observações clínicas são sugestivas de que as pessoas com DP parecem ter dificuldades em perceber que falam com menor intensidade (mais baixo) e com menor clareza. Quando confrontados com esta realidade, muitas vezes negam estas alterações e acreditam que o interlocutor tem dificuldades auditivas. Um outro facto que suporta esta teoria, está relacionado com a frequência com que as pessoas com DP sentem que estão a falar demasiado alto, quando, na verdade estão a falar num tom adequado.
  • Dificuldade em dar pistas a si próprio, por forma a falar com intensidade adequada. Por exemplo, uma pessoa com DP pode responder a uma pista dada por outra pessoa (e.g., “Fale mais alto!”), mas a capacidade de fornecer essa mesma pista a si própria, está alterada.

 

As características específicas da população com Doença de Parkinson, tornaram-na, durante anos, particularmente resistente à Terapia da Fala convencional, que, durante muito tempo, não foi considerada como uma mais valia no tratamento da DP.

Os efeitos dos tratamentos convencionais, quer medicamentosos, quer cirúrgicos, não se vieram a mostrar significativos ou duradouros.

O reconhecimento de que seria possível desenvolver uma intervenção específica para uma pessoa com DP, levou ao desenvolvimento do Método Lee Silvermann Voice Treatment® (LSVT LOUD®).

 

Método Lee Silvermann Voice Treatment® (LSVT LOUD®)

Ao longo dos últimos quinze anos, estudos científicos demonstraram a eficácia do LSVT LOUD® na reabilitação das pessoas com Doença de Parkinson.

Os pacientes que completaram o Método LSVT LOUD®, referem melhorias na qualidade, entoação e intensidade (volume) da voz, e a manutenção destes ganhos durante mais de dois anos após o tratamento.

Estudos mais recentes documentam a extensão da eficácia do Método LSVT LOUD® a dificuldades comuns na Doença de Parkinson, a outras manifestações, como:

  • Imprecisão articulatória;
  • Expressão facial diminuída;
  • Dificuldades de deglutição (disfagia).

Dois estudos imagiológicos, comprovaram a existência de alterações positivas no cérebro, após a aplicação do Método LSVT LOUD®.

 

Todos os Terapeutas da Fala podem aplicar o LSVT LOUD®?

Nem todos os Terapeutas da Fala estão aptos para intervir com o Método Lee Silverman. Para tal, têm de, obrigatoriamente, receber formação e treino especializado, por forma a obter a certificação pela LSVTGlobal®.

Conheça aqui o percurso académico e profissional da Terapeuta Rita Loureiro, certificada no Método Lee Silvermann Voice Treatment® pela LSVT Global®.

 

Como funciona o Método LSVT LOUD®?

O Método LSVT LOUD® melhora a intensidade vocal através da estimulação da musculatura da laringe, o principal órgão da voz, e o todo o mecanismo da fala, através de exercícios organizados num sistema hierárquico.

O Método LSVT LOUD® foca-se apenas num simples alvo cognitivo – FORTE! – e melhora as funções respiratória, laríngea e articulatória, maximizando a inteligibilidade do discurso.

Não consiste num treino para falar demasiado alto, ou falar a gritar. O LSVT LOUD® usa o treino de intensidade vocal como meio de elevar a voz a um nível adequado e saudável.

A regularidade das sessões, muito mais intensa do que os programas convencionais, está em consonância com as teorias da aprendizagem motora e aquisição de novas capacidades, bem como com os princípios da neuroplasticidade. Esta característica  é essencial para se obter resultados ótimos.

Em adição à estimulação do sistema motor da fala, o tratamento incorpora um treino de percepção sensorial, no sentido de aumentar a capacidade das pessoas com DP de reconhecerem quando a sua voz não está adequada e a sentirem-se confortáveis com a sua nova voz.

As pessoas com DP são, portanto, ensinadas a gerar uma pista interior, que lhes permita falar com uma intensidade vocal adequada e de forma percetível.

 

O Método LSVT LOUD® é eficaz em todas as fases da Doença de Parkinson?

Embora o Método tenha sido aplicado com sucesso em indivíduos nas várias fases da DP, a sua eficácia foi maior nos indivíduos em fase inicial ou intermédia da doença.

 
Conheça aqui o percurso académico e profissional da Terapeuta Rita Loureiro, certificada no Método Lee Silvermann Voice Treatment® pela LSVT Global®.

TF Rita Loureiro

Terapeuta da Fala certificada no LSVT Loud®

Saiba mais.